Música clássica, trilhas de filmes e casa cheia. Assim foi a apresentação desta segunda-feira (16) da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa) no Parque de Feiras e Exposições Wanderley Agostino Burmann, em Ijuí. O evento gratuito integrou a programação cultural da Expoijuí Fenadi 2017, feira que reúne os setores de indústria e comércio e promove a integração étnica da região.

Com mais de 1 mil pessoas lotando o Palco das Etnias, o concerto, parte da série Interior da Ospa, foi comandado pelo maestro Evandro Matté e iniciou com a Dança Eslava nº 8, do tcheco Antonín Dvorák, seguindo com a abertura da ópera de Giuseppe Verdi “Nabucco”.

Entre os destaques, também foram interpretadas “Caro Nome”, da ópera “Rigoletto” de Verdi, e o primeiro movimento das “Bachianas Brasileiras nº 5”, de Heitor Villa-Lobos, que contaram com solos da soprano cerrolarguense Andiara Mumbach, além de trilhas sonoras de filmes clássicos como O Poderoso Chefão, de Nino Rota, e Piratas do Caribe, de Klaus Badelt.

 

Logo após o encerramento da apresentação, que teve um caloroso pedido de bis prontamente atendido pelo maestro, Evandro Matté foi homenageado pela organização da feira com o Troféu Desbravador, entregue pelo presidente da Fenadi, Nelson Casarin, o presidente da Expoijuí, Nilo Leal, e o prefeito de Ijuí, Valdir Heck, em reconhecimento à sua carreira artística.

A programação cultural da Expoijui Fenadi 2017 conta com apoio do Governo do Estado por meio de financiamento via Pró-cultura RS – Lei de Incentivo à Cultura, além de patrocínio do Badesul Desenvolvimento, Banrisul e Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan).

A Ospa é uma das fundações vinculadas à Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul (Sedactel). Os concertos da temporada 2017 são patrocinados, via Lei Federal de Incentivo à Cultura (LIC), por Corsan e Banrisul. Apoio: Ipiranga, Thyssenkrupp e Ventos do Sul. A realização é de Ospa, Fundação Cultural Pablo Komlós e Sedactel.

Fonte: Cultura RS