Recorde Estadual e Nacional na 8ª Fenilact

Na tarde de ontem, 19 de outubro, foram conhecidos os vencedores do Concurso Leiteiro realizado na 8ª Fenilact. Ao todo, foram 24 animais da Raça Holandesa e 19 da Raça Jersey que participaram do concurso.

A Raça Holandesa passou por cinco ordenhas, acompanhadas pela Associação Gaúcha de Criadores de Gado Holandês. Das cinco ordenhas, apenas três foram somadas para se chegar a premiação, que conquistou o Recorde Estadual na categoria adulta. As ganhadoras foram:

Gado Holandês Jovem:

Vaca Festleite P. Ferraboli 272 Flip com 62,660 Kg de leite.

Criador: Paulo Ferraboli e Família

Anta Gorda - RS

Gado Holandês Adulto: Recorde Estadual

Vaca Marlene 609 com 84,620 Kg de leite

Criador: Agropecuária Von Grafen e filhos

Boa Vista do Incra - RS

Já a Raça Jersey passou uma esgota de leite e três ordenhas para chegar ao resultado. A Raça conquistou o Recorde Nacional na categoria Gado Jovem. As ganhadoras foram:

Gado Jersey Jovem: Recorde Nacional

Vaca Bira 72 Valentino da Zambelli com 50,815 Kg de leite

Criador: Marcilio Flores Alves da Cabanha Santo Isidro

Alegrete - RS

Gado Jersey Adulto:

Vaca Coopermil SFC Heroína Concha Eclipes com 56,891 Kg de leite

Criador: Gerzy Ernesto e Angela Marasquin

Santa Rosa - RS

A produção de leite das duas raças é pesada para chegar a média de produção diária. A premiação encerrou com o tradicional banho de leite nos criadores. Durante a 8ª Fenilact também ocorre o Circuito Nacional das duas Raças com julgamento morfológico.


Executivo e Legislativo outorgam títulos de cidadania em sessão solene

Honraria é concedida àqueles que se destacam pela contribuição dada ao desenvolvimento econômico, social e comunitário do município

Em sessão solene, dirigida pelo presidente do Poder Legislativo, vereador Marildo Kronbauer, na noite desta terça-feira, 17, na Casa do Produtor do Parque de Exposições Wanderley Agostinho Burmann, foram outorgados seis títulos de cidadania pelo Poder Executivo e Câmara de Vereadores. A honraria é concedida àqueles que se destacam pela contribuição dada ao desenvolvimento econômico, social e comunitário de Ijuí. Neste ano receberam o título a professora aposentada Maria de Almeida Arbo, o juiz de direito Nasser Haten e o empresário Volnei Soares Acosta pelo Poder Legislativo. Já pelo Poder Legislativo os agraciados são: a dona de casa Sirlei Teresinha dos Santos, o professor José Renato Lucchese Moraes e o psicólogo Nilson Heidemann, pelo Executivo.

Os homenageados, pessoas que escolheram Ijuí para morar e trabalhar,  agradeceram ao Poder Executivo de Ijuí e ao Legislativo para indicação e aprovação, unanime de seus nomes. Além do Título de Cidadania, todos receberam uma réplica artesanal do Monumento ao Imigrante. As mulheres também receberam flores do Gabinete da Primeira-Dama Jussara Heck.

Emocionado o psicólogo Nilson Heidemann, primeiro a se pronunciar, destacou a importância do momento especialmente porque a homenagem dá visibilidade à Psicologia, que segundo ele, é uma profissão “invisível”, cujo exercício se dá no “silêncio”. Aproveitou para ressaltar a qualidade do atendimento e a alta capacitação da equipe que atua na Assistência Psicossocial em Ijuí. “Ijuí é uma cidade que investe no humano”, afirmou. Da mesma forma,  José Renato Lucchese de Moraes expressou sua felicidade pela honraria. “Estou muito contentem mesmo e queria dividir esse título (com familiares: esposa, filhos, noras e neto)”, disse e lembrou que há mais ou menos 28 anos, o seu pai – presente na solenidade - havia recebido a mesma distinção.

Para Sirlei Teresinha dos Santos, agradeceu pelo título de cidadania e disse que foi Ijuí que lhe acolheu num dos momentos mais difíceis. “Agradeço pelas oportunidades e pelo Título”, pontuou. E, Volnei Acosta também disse da dificuldade de falar acerca de si mesmo. “Eu adotei essa cidade e, hoje, ela me adota”, disse ao destacar sua trajetória. Nasser Haten também se pronunciou: “Ijuí faz parte da minha história”, disse logo de início para depois acrescentar que seu sentimento em relação ao município é de “pertencimento”.

Por fim, Maria de Almeida Arbo fez seus agradecimentos. Lembrou da sua trajetória em Ijuí, enquanto professora e, também, dos projetos sociais que desenvolve. “Quando me fizeram o convite fiquei muito feliz porque o trabalho social é importante para as pessoas que precisam. Às vezes é só dedicar um tempo, escutar”, afirmou e ofereceu a homenagem ao marido Walter Arbo recentemente falecido.

Ao se dirigir ao público presente, o prefeito de Ijuí Valdir Heck, que, acompanhado da primeira-dama Jussara Maria Bonamigo Heck, compunha a mesa de honra, juntamente com o presidente da ExpoIjuí, Nilo Leal da Silva, e o representante da União das Etnias (Ueti), Jonas Sala, falou sobre o processo de indicação dos homenageados, cujos nomes tiveram a unanimidade do Parlamento – todos os nomes indicados são votados em sessão ordinária da Câmara – e acolhimento de pessoas consultadas. “Eu ouvi várias pessoas sobre os indicados do Poder Executivo. Todos muito bem aceitos e aprovados por todos os vereadores, o que demonstra o reconhecimento do trabalho de cada um deles na nossa comunidade”, reiterou o prefeito.

A sessão foi marcada, ainda, pela  apresentação, dentro do espaço cultural, do Grupo de Canto Bel Vívere, do Centro Cultural Regional Italiano de Ijuí.

Fonte: Prefeitura Municipal de Ijuí


Orquestra Sinfônica de Porto Alegre lota o Palco das Etnias em Ijuí

Música clássica, trilhas de filmes e casa cheia. Assim foi a apresentação desta segunda-feira (16) da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa) no Parque de Feiras e Exposições Wanderley Agostino Burmann, em Ijuí. O evento gratuito integrou a programação cultural da Expoijuí Fenadi 2017, feira que reúne os setores de indústria e comércio e promove a integração étnica da região.

Com mais de 1 mil pessoas lotando o Palco das Etnias, o concerto, parte da série Interior da Ospa, foi comandado pelo maestro Evandro Matté e iniciou com a Dança Eslava nº 8, do tcheco Antonín Dvorák, seguindo com a abertura da ópera de Giuseppe Verdi “Nabucco”.

Entre os destaques, também foram interpretadas “Caro Nome”, da ópera “Rigoletto” de Verdi, e o primeiro movimento das “Bachianas Brasileiras nº 5”, de Heitor Villa-Lobos, que contaram com solos da soprano cerrolarguense Andiara Mumbach, além de trilhas sonoras de filmes clássicos como O Poderoso Chefão, de Nino Rota, e Piratas do Caribe, de Klaus Badelt.

 

Logo após o encerramento da apresentação, que teve um caloroso pedido de bis prontamente atendido pelo maestro, Evandro Matté foi homenageado pela organização da feira com o Troféu Desbravador, entregue pelo presidente da Fenadi, Nelson Casarin, o presidente da Expoijuí, Nilo Leal, e o prefeito de Ijuí, Valdir Heck, em reconhecimento à sua carreira artística.

A programação cultural da Expoijui Fenadi 2017 conta com apoio do Governo do Estado por meio de financiamento via Pró-cultura RS – Lei de Incentivo à Cultura, além de patrocínio do Badesul Desenvolvimento, Banrisul e Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan).

A Ospa é uma das fundações vinculadas à Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul (Sedactel). Os concertos da temporada 2017 são patrocinados, via Lei Federal de Incentivo à Cultura (LIC), por Corsan e Banrisul. Apoio: Ipiranga, Thyssenkrupp e Ventos do Sul. A realização é de Ospa, Fundação Cultural Pablo Komlós e Sedactel.

Fonte: Cultura RS


Vinhos coloniais são premiados na ExpoIjuí Fenadi

Na tarde deste domingo, 15, aconteceu Centro Cultural Regional Italiano de Ijuí, na Cantina Dei Nonni, no Parque de Exposições Wanderley Burmann, durante a ExpoIjuí Fenadi 2017, o 14º Concurso de Vinho Colonial promovida pela Casa Italiana, em parceria com o Poder Executivo, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural (SMDR).

Foram duas categorias premiadas: Vinho Branco e Vinho Tinto, com cinco classificados em cada. Dos premiados pelo Vinho Branco, classificaram-se: Eduardo Cardoso, de Ijuí, com o primeiro lugar, seguido por Ademar Carlos Auzani, de Bozano; Moacir Tomasi, de Santa Bárbara; Ivo Waslavick e Aldair cossetin de Ijuí.

Na categoria vinho Tinto, o primeiro lugar foi para Tarcisio Costa Beber, da comunidade Santa Lúcia de Bozano, seguido por Almiro Metzdorf e Aldair do Amaral de Ijuí, Augusto Dambrós de Nova Ramada e Luis Carlos da Pieve de Ijuí.

O prefeito Valdir Heck participou do evento, relembrando em sua fala a importância do início do movimento cultural valorizado pela Expoijuí Fenadi. “Tudo começou em meados de 1985, na manhã de um sábado em torno da frondosa árvore nas proximidades da casa árabe. Dali por diante, o movimento étnico não parou mais”. Desta forma, parabenizou os envolvidos pelo concurso como mais uma forma de integração e estímulo pela cultura.

Após a cerimônia, o público presente assistiu a apresentação do Grupo Instrumental Del Vivere e degustou os vinhos premiados.

Fonte: Prefeitura Municipal de Ijuí


Leilão Marca XI & Parceiros movimenta mais de R$ 300 mil

O 2º Leilão realizado pela Marca XI & Parceiros ocorreu no último sábado, 14 de outubro, na ExpoIjuí Fenadi. O evento aconteceu no Pavilhão de Remates do Parque de Exposição Wanderley Agostinho Burmann, tendo transmissão ao vivo do Canal Rural.
Ao todo foram 30 lotes comercializados no Leilão que movimentou R$ 397.500,00 em negócios. Ainda houve 11 lotes não comercializados devido a lances menores do que o limite estabelecido pelo proprietário.
A maior venda do Leilão foi o lote 2 Destinada II do Ribeirão Bonito, de Jorge Agnelo do Nascimento da Cabanha Marca XI & Parceiros. O comprador foi Sandoval Caramori de Caçador/SC. A média final dos 30 lotes foi de R$ 13.250,00.
Entre as cidades compradoras estavam Estrela, Santa Maria, Ijuí, Teutônia, Veranópolis, São Paulo/SP, Curitiba/PR, Vacaria, Não-me-Toque, Pinhais, Horizontina, Porto Esperidião/MT, Coronel Barros, Osasco/SP, Tupanciretã, Palmas/PR, Caçador/SC, Campo Grande/MT e São José do Rio Preto/SP.
O evento teve como apoiador o Núcleo de Criadores de Cavalo Crioulo de Ijuí e realização da Marca XI & Parceiros.

 


BADESUL faz atendimento especial na ExpoIjuí Fenadi

Os atendimentos do Espaço Coworking iniciaram na tarde desta segunda-feira, 16, no Centro Administrativo do Parque de Exposições. Hoje e amanhã, no horário de funcionamento do Parque, o Badesul fará atendimentos para empresários e produtores rurais que tenham dúvidas sobre negócios e financiamentos.

"Estamos aqui na ExpoIjuí para oferecer atendimento as empresas e produtores rurais interessados em buscar linhas de financiamento para expansão da empresa ou aquisição de maquinários para a produção, explicar as taxas de juros, e também linhas para inovação", explica Lucas Härter, Assistente Especial do Banco.

O Banco também possui um programa de linhas junto com o Sebrae destinado as pequenas empresas, que traz condições diferenciadas a quem aderir o programa via Sebrae. Os empresários ou produtores que procurarem o Espaço irão receber informações sobre as linhas de crédito, o que é necessário para conseguir e quais projetos são financiáveis, além das condições que os bancos tem a oferecer.

A intenção do Espaço Coworking é prospectar negócios, por meio do planejamento estratégico e novas parcerias, que venham a incrementar no desenvolvimento do município de Ijuí e região. O agente Miguel, do BRDE, estará à disposição na quinta-feira, dia 19, das 9h até 18h para atender empresas interessadas. Será dado atendimento individualizado com orientações de financiamentos.


8ª Exposição Nacional de Híbridos entrega premiação

Entre os dias 13 e 15 de outubro, aconteceu mais uma edição da Exposição Nacional de Híbridos, no Pavilhão de acesso ao Parque de Exposições Wanderley Burmann. Além da exposição, houve comercialização de plantas com orquidários de Osório/RS, Curitiba/PR e Guararema/SP.

Nesta edição o conjunto da exposição contou com 495 plantas expostas para apreciação dos visitantes, oriundas de 111 orquidófilos participantes. O público estimado para os três dias da exposição foi de 3.100 visitantes.

Na tarde deste sábado, 14, foram anunciadas as plantas vencedoras do concurso. A grande campeã (Melhor Híbrido da Exposição) foi um exemplar de Paphiopedilum pertencente a Sueli Zenn da cidade Curitiba.

A Exposição contou com a presença dos orquidófilos especialistas Marcos Campacci, Milton Linhares, Thomas Adamski, Josélio Durigan e ainda com a presença de Roland Cooke que ministrou a palestra na manhã deste domingo, 15, versando sobre “Cultivo de Híbridos em Evidência”.

O evento foi promovido pelo Círculo de Orquidófilos de Ijuí e contou com o apoio da Federação Gaúcha de Orquidófilos e Polo Noroeste, ACI e Prefeitura Municipal de Ijuí.


Ospa apresenta concerto na EXPOIJUÍ FENADI 2017

No dia 16 de outubro, segunda-feira, às 20h30, a Orquestra Sinfônica de Porto Alegre interpreta trechos de óperas, música latino-americana e trilhas de filmes no Parque de Feiras e Exposições Wanderley Agostinho Burmann. A regência é de Evandro Matté, e os solos, da soprano Andiara Mumbach. 

Depois de quase 17 anos sem se apresentar em Ijuí, a Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa) realiza um concerto especial na cidade. Os músicos sobem ao palco do Parque de Feiras e Exposições Wanderley Agostinho Burmann, dentro da programação da ExpoIjuí Fenadi 2017, para interpretar obras de compositores como Verdi, Piazolla, Villa-Lobos, além de peças que integram a trilha sonora dos filmes Piratas do Caribe e O Poderoso Chefão. A soprano Andiara Mumbach é a solista da exibição. Já a regência, fica a cargo do maestro Evandro Matté, diretor artístico da sinfônica. O evento, patrocinado pela Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), faz parte da Série Interior da Ospa.

Sobre o programa:

A noite começa com a "Dança Eslava nº 8" do compositor checo Antonín Dvorák (1841-1904). Depois, são interpretados dois trechos de óperas de Giuseppe Verdi (1813-1901): a abertura da ópera “Nabucco”, e “Caro Nome” da ópera “Rigoletto”, com os solos da soprano Andiara Mumbach. Na sequência, a sinfônica apresenta "Vozes da Primavera", valsa de Strauss II (1825-1899).

Passando da tradição europeia para a música latino-americana, a Ospa dá continuidade ao concerto com o primeiro movimento das “Bachianas Brasileiras nº 5”, de Villa-Lobos (1887-1959), com mais uma participação de Andiara. Depois, a orquestra executa "Batuque", de Alberto Nepomuceno (1864-1920) e “Dança Brasileira n. 1” de Camargo Guarnieri (1907-1993). A expressividade portenha ganha vida em “Libertango”, de Astor Piazzolla (1921-1992).

Por fim, contemplando os fãs da sétima arte, o concerto destaca populares trilhas de cinema: "Indiana Jones Medley", de John Williams (1932-), "O Poderoso Chefão", de Nino Rota (1911-1979), e "Piratas do Caribe", de Klaws Badelt (1967-).

A Ospa é uma das fundações vinculadas à Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul (Sedactel). Os concertos da temporada 2017 são patrocinados, via Lei Federal de Incentivo à Cultura (LIC), por Corsan e Banrisul. Apoio: Ipiranga, Thyssenkrupp e Ventos do Sul. A realização é de Ospa, Fundação Cultural Pablo Komlós e Sedactel.

A apresentação ocorre no Palco das Etnias. Mais informações pelo site www.ospa.org.br ou pelo telefone (51) 32227387.

PROGRAMA:
Antonín Dvorák: Dança Eslava nº 8
Giuseppe Verdi: Abertura da ópera “Nabucco”;
Giuseppe Verdi: “Caro Nome” da ópera “Rigoletto” | Solista: Andiara Mumbach (soprano)
Johann Strauss II: Vozes da Primavera
Heitor Villa-Lobos: Primeiro movimento das “Bachianas Brasileiras nº 5” | Solista: Andiara Mumbach (soprano)
Alberto Nepomuceno: Batuque
Mozart Camargo Guarnieri: Dança Brasileira n. 1
Astor Piazzolla: Libertango
John Williams: Indiana Jones Medley
Nino Rota: O Poderoso Chefão
Klaws Badelt: Piratas do Caribe

Regente: Evandro Matté
Solista: Andiara Mumbach (soprano)

Fonte: OSPA


Espaço Reaproveitar é Preciso está na ExpoIjuí

Durante a ExpoIjuí Fenadi, o ambientalista Obirajá Gehm está disponibilizando o espaço Reaproveitar é Preciso. O local tem como objetivo informar e conscientizar a comunidade sobre a separação adequada dos resíduos sólidos e no reaproveitamento dos mesmos.
O ambientalista trabalha principalmente com a reutilização de garrafas pets. Durante a exposição Obirajá traz ao público exemplos da confecção de vasos semi hidropônicos. A hidroponia é uma técnica de agricultura que não utiliza o solo durante o cultivo, mas sim pequenas hortas suspensas que crescem conforme a quantidade de água.
Outro trabalho mostrado para os visitantes é a recuperação de cadeiras em geral. “Cada garrafa pet dá em torno de 7 metros para as recuperações. Então eu corto a pet em tiras de 1 cm e faço o trançado, eu ainda levanto o assento da cadeira para as pessoas não sentirem a madeira. Eu também recolho cadeiras dos lixos e junto peças, de duas cadeiras, eu faço uma nova, usando sobras de compensados como detalhes. Fica um trabalho bonito”, afirma o ambientalista.
Este ano, o trabalho realizado na ExpoIjuí, terá também a participação das associações de catadores de lixo do município. Estarão presentes a ACATA, RL6, Galera da Reciclagem, para fazer um trabalho informativo e de conscientização. O espaço traz um recipiente contendo tudo que os catadores recebem.
“Eles recebem muito material que não é reaproveitável e também materiais prejudiciais à saúde. Vamos expor isso para que as pessoas possam ver o que é lixo reciclável ou não. Os catadores podem utilizar garrafas pets, papelão, papel, caixas de leite, entre outros, e com esses materiais nós faremos uma torre, para que o pessoal que nos visita veja quais produtos eles aproveitam”, comenta Obirajá.
Paralelamente a esta amostra dos catadores, o espaço também possui um recipiente vedado, onde é colocado aquilo que os catadores não aproveitam como fraldas, lâmpadas descartáveis, restos de frutas e vidros. Além disso, o local disponibiliza informativos sobre o que pode ou não ser colocado como lixo reciclável, quantas toneladas por mês de material que não é aproveitado, e quantas horas isso representa de trabalho extra para os catadores.
“Vamos informar, orientar e conscientizar as pessoas para esse trabalho realizado pelas associações. Também vamos informar sobre como deve ser feita a separação desses materiais, pois uma caixa de leite suja, contamina o lote inteiro dos catadores, e assim, diminui o valor dos materiais”, salienta o ambientalista.
O espaço é a título de informação, com o intuito de mudar a mentalidade e hábitos das pessoas, porque como comenta Obirajá “elas precisam ter um entendimento de que às vezes o que elas consideram como lixo, não é lixo. É preciso ter um foco de como separar esse material em casa, a reciclar, a reaproveitar”.
Durante a feira, a comunidade tem a oportunidade de aprender como trabalhar com esses materiais em casa. O ambientalista ainda trabalha com cercas elétricas e iscas para captura de moscas. O espaço fica ao lado do parque de diversões, cedido pela ACI e tendo como apoiador a Empresa Produtiva.

       


Projeto Avenida das Nações quer instigar orgulho da cultura étnica

Na noite da última quarta-feira, 11 de outubro, no Pavilhão 1 do Parque de Exposições Wanderley Burmann, ocorreu a apresentação do “Projeto Avenida das Nações”, que tem por objetivo instigar a população do município e região a viver e ter orgulho da diversidade cultural existente no Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul. O evento foi realizado no Espaço Open Tech, durante a ExpoIjuí.

“A proposta do projeto é a revitalização da Rua do Comércio, levando em consideração a riqueza étnica e cultural do município de Ijuí, pouco presente no dia a dia da cidade, mas que possui um grande potencial econômico e turístico a ser explorado”, comenta Marcel Megier Meller, um dos idealizadores do projeto.

A reitora da Unijuí, Cátia Maria Nehring, enfatizou a importância da iniciativa para o fomento da cultura em Ijuí, destacando que a proposta empreendedora surgiu de acadêmicos e egressos da Unijuí, que hoje fazem parte da Incubadora de Empresas da Universidade. O prefeito Valdir Heck, por sua vez, se disse muito empolgado com a proposta e se colocou à disposição para buscar recursos para possibilitar a implementação do projeto. Estiveram presentes no evento, a vice-reitora de graduação, professora Cristina Pozzobon, o presidente da União das Etnias de Ijuí (UETI) Nelson Casarin, o gerente da Agência de Inovação e Tecnologia (AGIT) Luís Juliani e a coordenadora da Incubadora de Empresas da Unijuí (CRIATEC) Maria Odete Palharini.

As empresas participantes do projeto são as incubadas da Criatec: Lavoro Design Integrado, responsável pela idealização e construção do projeto; a Infinitum TI, responsável pelo desenvolvimento do aplicativo InfoBus; a VSys Soluções Inteligentes, que produzirá o dispositivo GPS que auxiliará no funcionamento do Aplicativo InfoBus; a Elithe Engenharia, que instalará os painéis solares e conversores nas paradas; e a Doled Automação e Iluminação LED, responsável pela produção das lâmpadas LED instaladas na iluminação direta e indireta da Avenida, e na parte interna das paradas de ônibus.

O projeto conta ainda com apoio do Poder Público Municipal, SMCET - Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo, ACI, UETI, Medianeira Transportes, Unijuí e Criatec.