AFROS

Grupo Cultural Herdeiros do Zumbi

O Grupo Cultural tem sua sede no Parque de Exposições, sua casa segue o estilo de habitações de Dacar, no Senegal, a qual foi inaugurada ainda em outubro 1987 e batizada de “Lar Maria Augusta” em homenagem a uma das colaboradoras fundadoras da etnia.

Na área gastronômica a etnia se destaca apresentando os sabores fortes da culinária de origem africana, já incorporada ao gosto brasileiro, como o frango, o azeite-de- dendê, galinha ao caldo de mancara, suflê de milho, feijoada, bobó de camarão, pastel de camarão e acarajé.

Representando a cultura o grupo de danças “Charme da Liberdade” fundado em 1995, e o Grupo de Capoeira Oxósse.



ALEMÃES

Centro Cultural 25 de Julho

A Etnia Alemã fundada em 9 de maio de 1987 tem sua sede intitulada “Casa de Cultura Germânica construída em estilo eixaimel com mais 1.500 m² que é sede de grandes eventos durante todo o ano.

Durante a FENADI e em eventos especiais a Etnia apresenta um variado cardápio típico da culinária Alemã e o tradicional chopp.

Na área Tendo entre seus objetivos o cultivo e propagação da cultura a Etnia mantém os grupos de dança Frohe Junged, Sonnenstrahlen e Enzian, e o grupo de canto Edelweiss e Conjunto de Gaitas de Boca Kameraden.



ÁRABES

Casa de Cultura Árabe

Em 20 de julho de 1989 as aspirações e desejos das famílias árabes – libaneses e palestinos de terem organizado em um só espaço, custumes, gastronomia e outras manifestações da cultura fez-se fundar o Centro Cultural Árabe de Ijuí, com objetivo de cultivar e propagar a história dos povos do oriente.

A gastronomia apresentada pela etnia é um dos diferenciais, seguindo a tradição de mesas fartas compostas por aromas, sabores e especiarias, os pratos como Homus, Babaganuch, Kafta entre outros são atrações.

Representando a etnia os grupos Hayat, Ahlam, Shabb e Hanune compõem o corpo de bailarinos da etnia.



AUSTRÍACOS

Centro Cultural Austríaco de Ijuí

No dia 25 de novembro de 1987 em reunião realizada na linha 6 leste, na Sociedade 12 de Outubro, foi fundado o Centro Cultural Austríaco de Ijuí. Em 14 de outubro de 1988 durante a II FENADI, foi inaugurada a Casa Típica Austríaca, construída em estilo Tirolês.

Dentre as atividades realizadas a etnia se destaca pelo Café Vienense e pratos típicos como Backhendl, Knödel, Wiener Schnitzel entre outros.

Representando a Etnia o Grupo Folclórico Lustige Tiroler apresenta o folclore austríaco.



ESPANHÓIS

Centro de Cultura Espanhola

Fundado em 16 de Janeiro de 1993, como forma de manter viva a cultura e a tradição Espanhola, a etnia busca reviver e cultivar as tradições legadas pelos antepassados enraizados ao longo dos anos em Ijuí e no Rio Grande do Sul.

Na gastronomia a Etnia se destaca apresentando a famosa Paella Valenciana e a Paella Montanhesa, a Miga, Puchero, Garbanso, Tapas e Sangria.

Representando o Centro Cultural o Grupo “Hijos Del Sol”, “Las Hermosas” e “Los Angeles”.



GAÚCHOS

Associação Tradicionalista Querência Gaúcha

Fundada em 13 de março de 1990, a Associação tem por objetivo reunir as entidades tradicionalistas de Ijuí, legalmente constituídas e associadas desenvolvendo atividades artístico-culturais entre outras. A Associação atua sob a égide da Carta de Principios dos Movimento Tradicionalista Gaúcho e integrada as 11 etnias desenvolve a prática cultural e oferece a representação da cultura gaúcha durante a FENADI. Anualmente junto com as demais entidades promovem festas campeiras, classificatórias regionais e participa de cavalgadas estaduais e regionais e a busca da Chama Crioula.

Símbolo do tradicionalismo gaúcho, um local construído rusticamente e especialmente para manter e difundir a cultura gaúcha em sua integridade, trazendo a toda população do Estado a história do Rio Grande do Sul, inclusive com o uso de vestimentas, as danças, as cavalgadas, os jogos, rodeios, artesanatos, folclores, músicas, os fandangos e ainda servindo comidas e bebidas típicas, mantendo o costume dos povos antigos e passando a tradição para as novas gerações.



HOLANDESES

Sociedade Cultural Holandesa de Ijuí

Como forma de continuar a cultuar as tradições de seus antepassados, descendentes holandeses fundaram a Sociedade Cultural Holandesa, no dia 16 de dezembro de 1987. A sua sede própria em estilo “enxaimel” construída pelos próprios descendentes foi inaugurada em 13 de outubro de 1990, e ainda hoje mantem em destaque um moinho de vento construído logo no período da fundação.

Na área da gastronomia a etnia destaca os pratos como Rijst Met Krenten, Aardappelen, Rund Vless Met Bundel, entre outros.

E representando o folclore o Grupo de Danças “Moinho de Ventos” (Windmolen).



ITALIANOS

Centro Cultural Regional Italiano

A Etnia Italiana fundada em 12 de agosto de 1987 tem como finalidade resgatar as origens dos imigrantes italianos nas áreas de história, arquitetura, costumes, gastronomia, canto, dança e língua italiana. Sua casa típica foi inaugurada em 10 de outubro de 1987, e hoje conta com 3 ambientes diferenciados.

Na gastronomia diversos pratos tradicionais e conhecidos são apresentados como a polenta, fortaia, bruschetta, o sagu com creme entre outros.

Representando o folclore o Grupo de Canto “Bel Vivere” e os Grupos de Dança “Bambini”, “Pimpinelli” e “Giovanotti”.



LETOS

Centro Cultural Leto de Ijuí

Em 5 de novembro de 1987 os Letos de Ijuí fundaram oficialmente o Centro Cultural, sua casa típica foi inaugurada em 17 de outubro de 1988 toda em madeira, sendo que a maior parte proveniente das colônias da linha 11, Rincão dos Letos, a casa segue o modelo de habitações da região de Kuldigas.

Na área gastronômica a etnia se destaca por seu cardápio composto de Speka Pirãdzni, Viltigais Zakis, Versgalas Remsteks entre outros.

E representando a etnia folcloricamente o Grupo de Canto “Dzintars”, os Grupos de Dança “Dimants”, “Kipari”, “Jeutrais Paris” e “Staburags”;



POLONESES

Sociedade Cultural Polonesa Karol Wojtylla

A Etnia Polonesa foi criada em 02 de maio de 1987, com o objetivo de preservar a língua, religiosidade, gastronomia, artesanato e o folclore dos imigrantes e seus descendentes. A sua casa típica intitulada como “Dom Polski” foi inaugurada em 12 de outubro 1987.

Na área gastronômica a etnia apresenta a Czarnina, Bigos, Pierogi, Golabki, Paczki entre outros pratos.

Representando o folclore os Grupos Folclóricos “Piast”, “Krakus” e “Mazurka” e o Grupo de Canto “Zgoda”.



PORTUGUESES

Sociedade Cultural Português de Ijuí

A Etnia Portuguesa de Ijuí foi fundada em 5 de janeiro de 1988 no intuito de preservar a identidade cultural dos portugueses e luso descendentes residentes em Ijuí. A sua sede social denominada “Casa de Portugal” no estilo arquitetônico das casas rurais da Ilha Terceira de Açores.

Na gastronomia são apresentados pratos como Arroz de Bacalhau, Bacalhau à Gomes de Sá, Caldo Verde, bolinhos de bacalhau entre outros.

Representando a etnia está o “Rancho Folclórico e Etnográfico Alma Lusa”.



SUECOS

Centro Cultural Sueco de Ijuí

Fundado em 14 de setembro de 1991 o Centro Cultural Sueco surge a partir da passagem do centenário da vinda dos Suecos para o Brasil. Tendo como objetivos o resgate, o cultivo e a finalidade de proporcionar conhecimentos mais amplos da cultura sueca.

Na área gastronômica apresentam pratos como Köttrulader, Ugnsbakad Skinka, Fisk, Köttbulla entre outros pratos.

Representando a etnia os Grupos folclóricos “Rida Rida Ranka” e “Svenska Danser”.

Acesse o site da UETI e saiba mais sobre as Etnias

Visitar Página